Negação

.
.

.

Nego-te
o tempo
uma e outra vez.

Nego-te
não por não querer-te
mas porque te temo.
Porque também eu receio
que a liberdade dos teus braços
se torne o meu vicio fatal.

7 comentários:

Lúcia Machado disse...

...e como é bom esse vício...

Gostei mt...

Pinipom disse...

«Porque também eu receio
que a liberdade dos teus braços
se torne o meu vicio fatal. »

gostei particularmente desta ultima parte...

beijo solto...

Neia


ps : sem palavras mais uma vez...

Jorge Bicho disse...

è bom encontrar recantos como o teu. adorei a tua visita.
se não te importas, vou voltar mais vezes.
beijos no coração
JB

M. disse...

negar por medo também é deixar privar-te da mesma liberdade.

beijo

Alexia disse...

E um beijo meu, ainda te lembras????

sagher disse...

liberta-te na negação

Ni disse...

Crys... Por todas as vezes que venho aqui, muitas que são, não consigo conter a emoção... As palavras não existem para comentar qualquer outra palavra tua.

Tenho saudades e senti necessidade de te dizer isto! Para que saibas que te leio, que te admiro, que te sinto tal como transmites e que essencialmente Gosto-te por aquilo que conheço de ti!

Beijinho cheio de carinho**

 
©2009 Amêndoa Amarga | by TNB