Fica comigo esta noite

Fica comigo esta noite,

vamos rir e brincar os dois,

inventar a vida que não dói, não morde e não mata.

Devora-me as palavras com ternura

como se do meu corpo se tratasse

e afoga-me na tristeza dos teus olhos

porque hoje não estou só de passagem,

sou prego no chão dos teus pés.

Respiro e tenho braços que te acolhem

e te despenteiam,

e boca, que te consome como ar.

Deita-te nos meus esteiros, no meu corpo,

varre comigo o sentido do tempo

e do escuro.

Fica comigo esta noite

Porque hoje eu estou,
eu existo,
eu sou.

14 comentários:

CNS disse...

Belissimo poema. Este espaço uma agradável supresa.

su disse...

Ainda bem que s etem consciência dessa vida que se pode transformar na nossa que s etem, afinal...porque tu existes. E cada um de nós com plena consciência de tla mudavamos muita coisa, até nós próprios!

Belo poema!

:)

Lúcia Machado disse...

Bonito poemna :)

Obrigada pela visita...

O Profeta disse...

Ai quem me dera agitar o tempo
Atirar a mágoa à voragem da noite
Arrancar as raízes ao pensamento
Sentir a paz que uma lagoa acolhe


Boa férias


Mágico beijo

AugustoMaio disse...

Que foto maravilhosa.
Lindo.

instantes e momentos disse...

belo post, belo blog.
Gosto daqui. Vale sempre a pena voltar.
Maurizio

Janine Bettencourt disse...

Mais uma vez comovida.
Só tu mesmo!
Da tua, Jana

azul disse...

"porque hoje não estou só de passagem "

grande abraço e boas férias:)

* hemisfério norte disse...

fica comigo
até ao fim
fim da noite
findo amanhã

bjs
a.


estava eu a escrever o novo post quando comntaste o anterior :)

* hemisfério norte disse...

fica comigo
até ao fim
fim da noite
findo amanhã

bjs
a.


estava eu a escrever o novo post quando comntaste o anterior :)

Walter disse...

Um poema belissimo, mas que me deixou um sabor agridoce na boca. Não sei porquê, não sei sequer se era isso que pretendias transmitir, mas o bom da escrita é a liberdade de sentimentos que brotam nos outros!Parabens pelo poema...magnifico
walter

pin gente disse...

como posso resistir ao teu pedido
se a noite se aproxima a toda a hora
e as palavras se soltam na garganta
como posso dizer quanto quero
adormecer esta noite nos teus braços
e o meu olhar acalmar em teu regaço
como posso respirar-te pela boca
se meus beijos se afogam nos teus lábios
e é deles que quero inspirar
como posso...


abraço
luísa

joão marinheiro disse...

Toda a noite até ser dia...
Abraço cheio de poesia deste lado do mar.

M. disse...

Prece, quase murmúrio de alma em oração. Para lá da noite, para lá do dia, seria mesmo um fica comigo para sempre.

 
©2009 Amêndoa Amarga | by TNB