Eterno




Dás-me a rosa amarela e com ela trazes um pouco mais de sol aos jardins que constróis dia a dia com amor e ternura. Calas a meu lado o som das mais duras tormentas do acre e do fel, consomes as chagas na infindável doçura que sabes ser nossa.

Só nossa.

Não vás! Deixa-te ficar assim, bem perto, neste laço dourado com que me abraças. Agonia-me o medo de te perder nas águas do rio que a noite engole sem dó, na promessa vã de um raio de sol que te guie ao futuro sem mim.

Chega-te a mim.
Beija-me como se fora a última hora do dia
da vida
do mundo.


Enquanto for eterno.

5 comentários:

M. disse...

nunca o fel suculento que sai deste verbar pode ter o gosto da amendoa amarga.

é antes doce. óleo e balsamo.

um segundo mar que do primeiro não se esquece.

Ni disse...

Minha Crys!!

Noc Noc, posso entrar? Sabes que te sigo... ;)

Gostei muito deste teu segundo cantinho... Muito simples e bonito!

Sabes que eu acredito no Amor Eterno... Em algo que por mais que nos apaixonemos ele vai estar sempre lá!
Pois não devemos então ter receio de perder alguém, porque ninguém é nosso... E sim, todos podiam sempre beijar como se fosse a última hora do dia, o último dia do mês e o último mês do Ano... Como se fosse o último!

Um xi bem forte e cheinho de carinho da Ni*

Crystal disse...

Bom dia m., coisa linda.

As tuas palavras é que são sempre um bálsamo, assim como o teu apoio, na net e fora dela.

O mar nunca se esquece, mas este não é própriamente uma continuação do outro porque as águas que beijam a areia estão em constante movimento e não dançam duas vezes com o mesmo grão de areia....


Obrigada por tudo, adoro-te

Beijo

Crystal disse...

Olá ni

Eu tb acredito no amor eterno, sabias?

E acredito, porque tu existes e estás aqui que existem pessoas com uma capacidade infinita de amar e de acarinhar o próximo.

Obrigada por me seguires, é por pessoas como tu que tudo isto faz sentido.

Beijo grande no teu coração

. R disse...

"Chega-te a mim.
Beija-me como se fora a última hora do dia
da vida
do mundo."

Assim é que deveriam ser todos os beijos...!
Infelizmente são poucos os que conseguem perceber que este sim é o sentido da vida... Parabéns por seres assim!

Beijinho,

Rita

 
©2009 Amêndoa Amarga | by TNB